Júri condena réu acusado de matar homem em fliperama no Clima Bom

O réu Anderson Araújo dos Santos foi condenado a oito anos e seis meses de reclusão, em regime inicialmente semiaberto, pelo crime de homicídio contra Wilkson Fábio da Costa, ocorrido em fevereiro de 2008, no bairro do Clima Bom. O julgamento, conduzido pelo juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade, foi realizado na segunda-feira (30), no Tribunal do Júri da 7ª Vara Criminal de Maceió.

Tendo em vista que o réu estava preso desde o dia 4 de fevereiro de 2016, ou seja, há dois anos, dois meses e 25 dias; restaram seis anos, três meses e cinco dias de reclusão a serem cumpridos, a partir de agora, em regime semiaberto. A defesa do acusado sustentou a tese de negativa de autoria.

O crime

De acordo com a denúncia, Wilkson estava em um fliperama no bairro do Clima Bom quando alertou um rapaz que este havia estacionado sua moto em local indevido, próximo ao local do crime. O fato levou a uma discussão entre a vítima e o dono da moto, tendo este último se retirado do local.

Ao regressar ao local do crime, o condutor da motocicleta estaria acompanhado do acusado Anderson Araújo dos Santos, conhecido como ‘Pezão’, que teria matado Wilkson Fábio com três tiros, após a vítima se negar a lhe dar seus pertences durante a discussão.

Em depoimento, a mãe da vítima, uma das testemunhas da acusação, afirmou que ouviu tiros  por volta das 17 horas, e que o irmão da vítima, quando chegou ao local do crime, o viu agonizando a espera de socorro.

Na delegacia, o acusado afirmou que não tinha intenção de matar a vítima. Testemunhas afirmaram que o réu teria levado o celular e duas correntes de prata da vítima.

Ascom – 02/05/2018